CIRCUS produções culturais
english
CIRCUS produções culturais
contato@circusproducoes.com.br
55 11 2528 4732
TATIT, WISNIK, NESTROVSKI

TATIT, WISNIK, NESTROVSKI

BIOGRAFIAS

LUIZ TATIT é professor titular do Departamento de Lingüística da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo e autor dos livros "A canção: Eficácia e Encanto" (Ed. Atual, 1986), "Semiótica da Canção: Melodia e Letra" (Ed. Escuta, 1994), "O Cancionista: Composição de Canções no Brasil" (Edusp, 1996), "Musicando a Semiótica: Ensaios" (Ed. AnnaBlume, 1997), "Análise Semiótica Através das Letras" (Ateliê Editorial, 2001), "O Século da Canção" (Ateliê Editorial, 2004) e "Todos Entoam – Ensaios, Conversas e Canções" (Publifolha, 2007). Em colaboração com Arthur Nestrovski e Lorenzo Mammì, lançou o volume Três Canções de Tom Jobim (Cosac e Naify, 2004). Luiz Tatit é também músico, compositor e, em sua atividade com o grupo Rumo, gravou 6 CDs com 46 canções de sua autoria. Além disso, é co-autor de músicas lançadas por Ná Ozzetti, José Miguel Wisnik, Fábio Tagliaferri, Dante Ozzetti, Chico Saraiva, Joyce e já teve suas composições gravadas por Daúde, Zélia Duncan, Leila Pinheiro e Ney Matogrosso, entre outros. Tem criado numerosas canções para o público infantil nos projetos temáticos desenvolvidos pelo selo Palavra Cantada. Lançou, pelo selo Dabliú, os álbuns solo Felicidade (1998), O Meio (2000), Ouvidos Uni-vos (2005), Rodopio (gravado ao vivo e lançado em DVD e CD - 2007) e Sem Destino (2010).

ZÉ MIGUEL WISNIK é músico, compositor e ensaísta brasileiro. Graduado em Letras (Português - 1970), mestre (1974) e doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada (1980) pela Universidade de São Paulo, é atualmenteprofessor de Literatura Brasileira na mesma instituição. Publicou "O Coro dos Contrários - a Música em Torno da Semana de 22" (Duas Cidades, 1977), "O Nacional e o Popular na Cultura Brasileira" (Brasiliense, 1982),  "O Som e o Sentido" (Companhia das Letras, 1989), "Sem Receita - Ensaios e Canções" (Publifolha, 2004), "Veneno Remédio: O Futebol e o Brasil" (Companhia das Letras, 2008). Zé Miguel Wisnik tem três discos gravados: em 2000 gravou o disco independente José Miguel Wisnik. Em 2002 lançou o CD São Paulo Rio, que teve participação da cantora Elza Soares, com quem Wisnik realizou alguns shows em 2002, além de participar da direção artística de seu disco Do Cóccix até o Pescoço. Em 2003 lançou o CD Pérolas aos Poucos. Além de seus discos, livros, ensaios e aulas, Wisnik faz também música para cinema ("Terra Estrangeira", de Walter Salles e Daniela Thomas), teatro ("As Boas", "Hamlet" e "Mistérios Gozozos" para o Teatro Oficina, e "Pentesiléias", de Daniela Thomas, dirigida por Bete Coelho) e dança. Fez três trilhas sonoras para o grupo Corpo, "Nazareth", "Parabelo" (em parceria com Tom Ze) e "Onkotô" (com Caetano Veloso).

ARTHUR NESTROVSKI é o diretor artístico da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), função que ele assume a partir de janeiro de 2010. Formado em música pela Universidade de York (Inglaterra) e doutor em literatura e música pela Universidade de Iowa (EUA), Nestrovski foi professor titular no programa de pós-graduação em comunicação e semiótica da PUC/SP de 1991 a 2005. Articulista da Folha de S.Paulo (1992 -2009) e editor da PubliFolha (1999-2009), ele é autor de "Notas Musicais" (Publifolha, 2000), "Outras Notas Musicais" (Publifolha, 2009) e "Palavra e Sombra" (Ateliê, 2009), entre outros livros – incluindo alguns premiados títulos de literatura infantil, como "Bichos Que Existem e Bichos Que Não Existem" (Cosac Naify, 2002, Prêmio Jabuti de Livro do Ano/Ficção). Consultor convidado de muitas instituições (Museu da Língua Portuguesa e Programa Petrobras Cultural, entre outras), voltou à atividade musical como violonista e compositor em 2004, apresentando-se e gravando com Zé Miguel Wisnik, Ná Ozzetti, Zélia Duncan e Tom Zé, entre outros, no Brasil e no exterior. Seu disco solo Jobim Violão foi lançado em 2007 (Gaia Discos/Instituto Moreira Salles; relançamento em 2009, pela Biscoito Fino). Também em 2007, lançou um cd de composições: Tudo o Que Gira Parece a Felicidade (Gaia Discos) e o DVD Amor Canção, registro de aula-show com Ná Ozzetti (Cultura Marcas). Em 2010, lança novo cd solo, Chico Violão (Biscoito Fino) e um disco em parceria com o cantor Celso Sim, Pra Que Chorar? (Tratore). Nestrovski é o diretor musical do programa infantil Vila Sésamo (TV Cultura). 

CELSO SIM é ator formado por Myriam Muniz e cantor profissional desde 1991. Em 1994, iniciou uma prolífica parceria com o Teatro Oficina, dirigido por Zé Celso Martinez Corrêa, acumulando para si também a tarefa de compor trilhas para os espetáculos. Atuando, compondo ou interpretando canções, suas muitas atividades incluem também participações em espetáculos de dança, cinema e televisão. Participou do álbum Pedra Bruta (1991), de Jorge Mautner. Seu trabalho no teatro rendeu-lhe o Prêmio Shell de melhor música em 2002, junto com Tom Zé e José Miguel Wisnik, pelo espetáculo "Os Sertões: A Terra". Celso possui quatro discos próprios: Primeiro Passo (1998), Sambamaria (2000), Vamos logo sem paredes! (2008) e o recente Pra que chorar? (2009), com o guitarrista Arthur Nestrovski, que traz canções de Caymmi, Cartola, Ismael Silva e Lupicínio Rodrigues ao lado de versões brasileiras (assinadas por Nestrovski) de Lieder de Robert Schumann e Franz Shubert.

AGENDA