CEUMAR

Cantora, violonista e compositora das Minas Gerais, Ceumar tem 7 álbuns autorais – “Espiral” (2019), “Silencia” (2014), “Ceumar & Trio – Live in Amsterdam” (2010), “Meu Nome” (2009), “Achou!” com Dante Ozzetti (2006), “Sempre Viva” (2003), “Dindinha” (1999).

Em 2019, Ceumar completou 50 anos de vida. Neste mesmo 2019, ela chega também aos 20 anos de carreira fonográfica, cujo marco inicial remete ao incensado “Dindinha”, lançado em 1999. Num encontro cíclico entre a maturidade de duas décadas de carreira e a juventude de seu meio século de vida – ou ainda a jovialidade da carreira aos 20, junto da força temporal de 50 anos de vida – Ceumar lança ESPIRAL e traça um arco de beleza ímpar, onde o tempo transparece na mesma medida em que se dilui.

ESPIRAL têm canções de Ceumar em parceria com Juliano Holanda, César Lacerda, Lauro Henriques Jr., Madhav Bechara e Uxia, além de canções inéditas de Sérgio Pererê e PC Silva e uma releitura do samba “Espiral de Ilusão” de Criolo – repertório que traça uma curva que vai da raiz mais íntima e própria da artista até seus novos saltos, num trajeto ascendente que move sua discografia no tanto que se move, também, a própria vida da cantora e compositora.
Também na sonoridade, Ceumar arquitetou novos caminhos. ESPIRAL traz em suas muitas camadas as sonoridades do mundo – de um mundo, acima de tudo, sem fronteiras. Forjado inicialmente pela artista ao lado do produtor Fabio Pinczowski e do diretor artístico César Lacerda, o disco ganhou a contribuição constante de Jota Erre e Fábio Sá, dando forma à banda base que conduziu as gravações, e que permitiu às canções trajetos incomuns.

Singer, guitar player and composer from Minas Gerais, Ceumar has 7 albums – “Espiral” (2019), “Silencia” (2014), “Ceumar & Trio – Live in Amsterdam” (2010), “Meu Nome” (2009), “Achou!” com Dante Ozzetti (2006), “Sempre Viva” (2003) and”Dindinha” (1999).

Her newest work, SILENCIA (“Silence”, 2014), is the partnership outcome with French cellist Vincent Ségal. The gathering adds new features and lyrical sound to her voice which is full of unusual beauty and purity, featuring an original and popular repertoire made by xotes, marchinhas, sambas, cocos and ballads.The repertoire includes compositions by Ceumar(alone and in partnership) and songs by composers that she admires, like Vitor Ramil, Kiko Dinucci, Miltinho Edilberto, Kléber Albuquerque, Sérgio Pererê e Déa Trancoso, among others. Recorded alive in São Paulo, Ceumar has been accompanied by Daniel Coelho Martins (bass), Ari Colares (percussion), Vincent Ségal (cello) and Webster Santos (guitars, cavaquinho and mandolin). 

[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Slider_Widget”][/siteorigin_widget]

OUÇA // LISTEN

SELO CIRCUS // LABEL

[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Image_Widget”][/siteorigin_widget]
[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Image_Widget”][/siteorigin_widget]
[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Image_Widget”][/siteorigin_widget]
[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Image_Widget”][/siteorigin_widget]